Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Relembrar a descentralização teatral

por Duarte Victor, em 10.01.13

 

 VOU OU NÃO VOU ESTA NOITE AO TEATRO de KARL VALENTIN.

 Encenação José Russo

 Dias 10 e 11 de Janeiro, às 21h30

Theatro Circo de Braga

 

 

Relembrar a descentralização teatral, um dos acontecimentos mais importantes para a cultura e o teatro em particular no Portugal pós-25 de Abril, é homenagear todos os seus protagonistas destacando, entre muitos, nomes como os de Mário Barradas, Carlos César e Joaquim Benite.

 

A partir de 1975 em Évora, Setúbal, Portalegre, Caldas da Rainha, Viana do Castelo, Faro, Coimbra,Tondela e Almada, entre outras, surgiram as primeiras unidades de produção teatral que vieram a resultar num conjunto assinalável de estruturas de teatro profissional em todo o país e que hoje, apesar de ameaçadas por falta de apoios e por uma política cultural desastrada e refém de uma cegueira economicista, constituem uma rede de produção artística e um património cultural de valor inestimável.

 

É urgente que subsistam às contrariedades e sobretudo à ignorância porque a democracia precisa do teatro e dos seus criadores. No teatro somos livres de escolher o nosso caminho e perdermo-nos nos universos ali construídos.

 

 

 

DE 20 A 30 DE JUNHO 2013

TIMÃO DE ATENAS

Teatro Nacional D. Maria II, Sala Garrett

de William Shakespeare

encenação Joaquim Benite



"A Estante" 

Conceito e direccção - Carlos Curto

Cinema CHARLOT - Setúbal

12, 13, 19, 20, 26, 27 janeiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 12:20





Últ. comentários

  • silva

    A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol IIINo caso da ...

  • silva

    A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol IIINo caso da ...

  • silva

    A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol IIINo caso da ...

  • silva

    A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol IIINo caso da ...

  • silva

    A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol IIINo caso da ...