Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A Bela Vista e a educação para os media

por Pedro Brinca, em 27.03.13

 Há muito que os jornalistas de todo o mundo se guiam por um aforismo, atribuído ao americano Charles Anderson Dana, que definia notícia em poucas palavras: “Se um cão mordeu um homem, isso não é notícia. Mas se um homem morder um cão, isso é notícia!”.

 

Esta máxima dá relevo ao fator excecional de um acontecimento para que este se torne noticiável. Logo, é preciso entender que os meios de comunicação social não mostram a realidade, mas apenas uma parte dela, geralmente as exceções que fogem à regra.

 

Assim, pode-se concluir que quando somos levados a pensar que o mundo está cheio de desgraças, porque é só o que se vê nos media, deve-se recordar que isso é exceção. Ou seja, ainda bem que as notícias são essencialmente negativas, pois é sinal de que isso não é a regra.

 

É esta lógica, afinal, que fez com que uma ausência de acontecimento fosse notícia no final de novembro passado, quando Nova Iorque assistiu a um dia sem crimes violentos. O porta-voz da polícia congratulou-se mesmo por isso ter acontecido “pela primeira vez desde que há memória”. Com oito milhões de habitantes, já não são os crimes que são notícia, mas a sua ausência.

 

Mas esta máxima, esta lógica de conduta dos jornalistas, representa um perigo para a perceção da realidade por parte da opinião pública. Se as pessoas não souberem que o normal é os cães morderem os homens, ainda vão ficar convencidas de que o contrário é a regra, por apenas essas notícias surgirem divulgadas.

 

Tal e qual como a ideia que hoje a maioria da população do país tem sobre o bairro da Bela Vista, em Setúbal. Apenas ouvem falar dele na comunicação social de dois em dois anos quando lá surge algum problema. O facto de isso ser notícia é a prova de que, em regra, o bairro é um local calmo, onde se desenvolvem projetos de extrema importância em termos de integração, de participação ou de solidariedade.

 

Mas agora como se vai explicar isso a quem apenas conhece a Bela Vista pelas notícias dos confrontos? A quem foi construindo uma ideia errada da realidade a partir das exceções noticiadas. A quem não está familiarizado com esta lógica, tão querida nas redações, de que notícia é “um homem morder um cão”.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:43





Últ. comentários

  • silva

    A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol IIINo caso da ...

  • silva

    A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol IIINo caso da ...

  • silva

    A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol IIINo caso da ...

  • silva

    A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol IIINo caso da ...

  • silva

    A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol IIINo caso da ...