Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O fenómeno da excisão (corte parcial ou total do clitóris) é uma prática tradicional em certas comunidades d’África, muitas vezes confundida como sendo uma exigência/obrigatoriedade islâmica.

 

Na Guiné-Bissau, existem várias associações que combatem esta prática, sendo uma delas o Comité Nacional para o Abandono das Práticas Tradicionais Nefastas à Saúde da Mulher e da Crianca.

 

Fatumata Baldé é a sua Presidente e dá-nos conta dos progressos nos últimos tempos, no combate a esta prática tradicional, a qual não poderemos deixar de qualificar como verdadeiramente nefasta, mutiladora e humilhante para a Mulher enquanto individuo e para todos nós, enquanto Seres Humanos.

 

A registar, a promulgação da Lei 14/2011 na Guiné-Bissau, a qual previne, criminaliza e pune a prática da excisão, bem como a adopção duma Fatwa (Édito Religioso), por parte da comunidade islâmica bissau-guineense, a qual condena esta prática, reiterando também que não se trata duma qualquer recomendação islâmica.

 

Adama Djalo, a minha Camera Woman. E que Mulher! Grato minha irmã, impossivel fazer tudo isto sem a tua ajuda.

 

 

 

 

Raul M. Braga Pires, em Bissau

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:39





Últ. comentários

  • silva

    A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol IIINo caso da ...

  • silva

    A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol IIINo caso da ...

  • silva

    A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol IIINo caso da ...

  • silva

    A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol IIINo caso da ...

  • silva

    A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol IIINo caso da ...