Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Os partidos políticos portugueses não têm ficado indiferentes à emergência de novos instrumentos de comunicação e interacção com a sociedade. Entre estas novas ferramentas temos os sms, as imagens vídeo, as newsletters, a televisão digital e também a internet (webpages, redes sociais, blogs, emails…).

 

Com o aumento das consultas às páginas web dos partidos políticos passou a ser possível efectuar segmentações dos seus internautas, de forma a maximizar a fidelização e, principalmente adequar a oferta às procuras mais exigentes, orientando as mensagens partidárias aos anseios sociais. As tecnologias de informação, nomeadamente as páginas web, podem funcionar como gigantescos estudos de mercado dinâmicos, o que pode contribuir para maximizar simpatizantes, militantes e, consequentemente aumentar o número de votos.

 

Para além do contacto com os eleitores “independentes”, todos os partidos utilizam estes meios como forma de mobilização e comunicação para os militantes / simpatizantes. Através de programas estatísticos informáticos é hoje possível efectuar análises em tempo real aos acessos e conteúdos mais procurados, ao tempo de consulta médio e até à proveniência dos internautas.

 

Embora as novas tecnologias tenham aumentado a difusão de informação e a capacidade de recrutamento, não significou que tenha aumentado a democraticidade interna dos partidos ou que haja mais preocupação social nas suas propostas de lei. A massificação destas novas tecnologias pode até levar a um afastamento dos cidadãos e a uma opção perversa pelo marketing partidário em detrimento das ideologias politicas.

 

A potencialidade das tecnologias de informação é enorme e está em constante evolução. Cabe aos partidos adequarem as funções e os conteúdos da informação divulgada aos seus objectivos e darem suporte permanente à interacção com os leitores. O sucesso das páginas web e consequente tradução em número de votos não se deve apenas a uma questão de recursos e incentivos mas sobretudo à capacidade de interacção extra-tecnologias que o partido conseguir estabelecer com os internautas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:41





Últ. comentários

  • silva

    A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol IIINo caso da ...

  • silva

    A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol IIINo caso da ...

  • silva

    A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol IIINo caso da ...

  • silva

    A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol IIINo caso da ...

  • silva

    A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol IIINo caso da ...